domingo, 15 de fevereiro de 2009

SOMENTE SAUDADES



ETERNA SAUDADES...




Pois é assim que vou me referir sempre que citar o nome de um
homem que talvez para todos teve os maiores defeitos do mundo, mas para mim,
para mim não. Não é porque ele se foi, pois sempre deixei bem claro o meu amor
por ele. Amor de "pai", pois é, isso mesmo "de pai", pois foi esse vazio que ele
preencheu em minha vida. Pois me lembro como se fosse hoje, eu tinha apenas 15
anos de idade, quando o vi pela primeira vez, eu me sentia uma adulta, mas
quando perto dele, uma criança indefesa, pois tentava me proteger o tempo
todo.

E
assim foi os 14 anos de convivencia com ele.

Por
isso eu me refiro "eterna saudades"

Estou me referindo ao avô dos meus filhos, meu
sogro.

Descanse em paz S° Sidnei

Nenhum comentário: